Psicologia Positiva

O que aprendemos com a Psicologia Positiva?

A Psicologia Positiva é uma área recente de estudo (20 anos), dentro da Psicologia, que prioriza os elementos essenciais que podem trazer criatividadebem-estar e autorrealização às pessoas. 

Assim, em vez de priorizar a identificação de problemas ou patologias mentais e emocionais, a Psico Positiva (PP) se volta para a manutenção e reforço das potências e realizações do indivíduo. Isso não significa deixar as doenças e desarmonias de lado, mas, sim, concentrar-se em aspectos positivos da existência humana: forças de caráter, compaixão, autoestima, gratidão, propósito, sentido, criatividade, etc. 

Partindo desta premissa, a Psicologia Positiva emprega profundas ferramentas de autoconhecimento para mostrar que cada um tem o poder de mudar sua realidade e focar no que é essencial. 

O caminho hábil para levar uma vida mais satisfatória é construir um modelo mental/emocional criativo, com uma visão ampla, focado naquilo que lhe traz sentido, o que é saudável e o que gera autorrealização.  

Por que é importante entender sobre a Psicologia Positiva?

A busca da felicidade e de sentido são duas de nossas motivações mais centrais na vida e uma gama de pesquisas da Psicologia Positiva sugere que a felicidade e o sentido são, de fato, elementos essenciais do bem-estar. Ambos estão fortemente correlacionados entre si, muitas vezes, se alimentam mutuamente. 

“Quanto mais sentido encontramos na vida, mais felizes geralmente nos sentimos, e quanto mais felizes nos sentimos, mais nos sentimos encorajados a buscar um sentido e propósito ainda maiores.” 

(kaufman) 

 

Propósito

Psicologia Positiva | Espaço IntegraçãoO objetivo da Psicologia Positiva é possibilitar uma transformação na Psicologia, na forma de olhar para o indivíduo, a fim de “ressignificar” sua existência. A ideia é sair da preocupação em reparar o que está ruim e focar na construção do que promove propósito essencial, bem-estar e qualidade de vida. 

Não se trata de ignorar o que não funciona, mas dar ênfase, destacar e valorizar o que está funcionando bem. Por esta razão, seu estudo é focado na felicidade e na realização, com o foco naquilo que traz sentido à existência. 

Em menos de uma década, a Psicologia Positiva chamou a atenção não só da comunidade acadêmica como do público em geral. 

Importante colocar que enquanto ciência, a PP não descarta as questões desafiadoras das pessoas, do mesmo modo que não contradiz os ramos tradicionais da Psicologia, apenas se utiliza outras abordagens. Mas, no momento que o indivíduo descobre sua força, talento e propósito, ele terá mais recursos internos em lidar com as “sombras.” 

Na PP as perguntas iniciais do processo terapêutico são:

  • O que te dá sentido (que te faz sentir)? 
  • O que te realiza? 
  • Quais são as suas qualidades? 

Mudar estas perguntas implica em mudar o foco, a realidade do processo terapêutico
e, consequentemente, a percepção da vida e das escolhas. 

“Sua felicidade depende da qualidade de suas escolhas…” 

Por que aderir à Psicologia Positiva? 

A Psicologia Positiva traz muitos benefícios para todos os âmbitos da vida, já que a sua aplicação reflete nas atitudes, comportamentos e na forma de responder às situações do dia a dia do indivíduo. 

Tenha em mente que os seus pensamentos e emoções são poderosos. Eles influenciam na sua visão (percepção) sobre as pessoas, acontecimentos ou fatos. Eles também inferem na visão de si mesmo, nas suas capacidades. Se você permitir, seus pensamentos podem te limitar ou te expandir. Você é o autor! 

Os conceitos da Psicologia Positiva estão baseados nisso. Então, mudar a forma de pensar, falar, sentir e agir são ferramentas fundamentais desta ciência. 

A prática de Mindfulness, que demanda atenção plena e auto-observação é primordial. Aprender a colocar a atenção no “Agora”, se auto-observar e também a se desidentificar de pensamentos e emoções tóxicas são princípios básicos. 

Experimente uma sessão! 

Contato: (11) 9-9174-8290
Email: mauriciobastos@espacointegracao.com.br
Site: www.mauriciobastos.art.br

Facilitador

Mauricio Bastos é graduado em Comunicação Social pela FAAP. Atua como terapeuta há 22 anos. Criou seu próprio método terapêutico: a Terapia do Ser. Desenvolve suas pesquisas e estudos com base no desenvolvimento da consciência e da Psicologia Budista. É criador e coordenador do Espaço Integração.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

13 − quatro =

pt Portuguese
X