Clínica Geral e Medicina Integrativa

Perfeição, beleza e inteligência natural agem em nosso sistema o tempo todo e raramente paramos para nos observar com a atenção e cuidado…mas somos seres tão complexos e sistemas tão perfeitos… Quando adoecemos, então, como imaginar que se trata apenas de uma falha ou distúrbio de um órgão ou sistema?… Corpo, mente, emoção, energia, espírito – dimensões de nós – não existem em “partes”, dissociadas umas das outras. E o adoecer também não acontece de forma segmentada. Não adoecemos “aos pedaços”.

Sistemas e dimensões se interconectam e se nutrem contínua e mutuamente, em um só conjunto de perfeição, apenas para que você possa se expressar plenamente no mundo. Se essa expressão plena não ocorre, o sistema percebe, e registra. A doença é o “alarme”, o “sinal”, o “mapa-guia” do “caminho para a mudança que o sistema necessita” traduzido em melhoria e evolução pessoal.  Provocar a reflexão, auto-observação, mudança, novas escolhas e decisões, em busca do próprio reequilíbrio e cura do sistema podem ser papel da doença.

A medicina integrativa é a clínica geral com uma visão mais ampliada da saúde e do cuidar. Visa o atingimento e/ou manutenção do bem-estar, tendo como principal foco a pessoa, sua história e todos os seus conteúdos ou multidimensões.

Muitas pessoas podem se beneficiar dessa abordagem. As que apresentam condições crônicas são as mais prováveis. As que vivem condições de saúde bastante complexas em geral percebem, dependendo de cada caso,  melhora do sono,  do apetite, da função cognitiva, apaziguamento do pensamento, algum alívio da dor, diminuição da náusea, da fadiga e  maior bem-estar e, na  maioria, uma maior sensação de “conexão” e sentido.

Exemplo de condições crônicas acompanhadas pela clínica geral com visão ampliada de saúde, entre muitas: doenças respiratórias crônicas;   câncer e seus desdobramentos;  distúrbios de sono, dores crônicas – dor de cabeça, fibromialgia, coluna, ciática, cervical, artralgias, e outras; diabetes;  hipertensão; distúrbios da tireoide, gastrintestinais, autoimunes e mentais, como ansiedade e seus desdobramentos, depressão, transtorno do estresse pós-traumático etc.

A visão integrativa complementa a visão convencional. Elas têm filosofias e princípios bastante distintos, então isso pode significar por vezes alguma discordância entre os profissionais das respectivas áreas, que são complementares, não competem entre si, não se excluem, e uma não substitui a outra.

As intervenções buscam ser minimamente medicamentosas ou invasivas: convencionais, homeopáticas, fitoterápicas, suplementares, com plantas medicinais, florais, técnicas de integração corpo-mente como yoga e meditação, chi kung, técnicas respiratórias, sonoras, de visualização, Reiki, entre outras.

Mais que uma “intervenção”, a visão da clínica geral integrativa com visão ampliada de saúde é um plano de cuidado médico complexo, uma abordagem de curto e/ou médio prazo que requer tempo e disponibilidade interna para o aprofundamento do autoconhecimento e para a mudança.

Eleonora Silva Lins, MSc. CREMESP 52013

Com especialização em Clínica Médica (HC-FMUSP), experiencia clínica há 37 anos na prática médica ininterrupta, em ambulatório, consultório e hospital; e no ensino acadêmico, com alunos de graduação e pós graduação (UNIFESP). Outras formações: Homeopatia (IBEPH) / Curso de Mestrado em  Medicina Interna e Medicina  Baseada em Evidências (UNIFESP) / Pós-graduação em Teorias e Técnicas em Cuidados Integrativos (UNIFESP) / Instrutora em Yoga (IEPY e Kaivalyadhama Yoga Institute) e Instrutora de Chi Kung /Ba Duan Jin  (Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan – SBTCC), Reiki nível II, meditação, Psych-K, em formação para instrutora em Tai Chi Chuan (SBTCC). Pós-graduanda em Apicultura e Meliponicultura (UNITAU).

Estudos relacionados e independentes: geometria sagrada, medicina sonora, matemática, música, astrologia médica, astrodiagnose, espiritualidade e saúde, consciência, cosmologia e apiterapia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

5 + dois =

pt Portuguese
X