O Tempo e o Templo

O Tempo e o Templo

O Tempo e o Templo

Neste momento tão único e diferenciado da existência, um dos mantras que mais ouvi nos últimos quinze anos, parou de ser cantado:

“Estou na correria…Estou na correria…Estou na correria…”

Agora começamos a ouvir:

“Está tudo parado…Está tudo parado…Está tudo parado…. “meu Deus!!”

Momento especial de refletirmos sobre o sagrado tempo

A pergunta essencial para o momento:
O que é o tempo?? e qual a relação que temos com o tempo?

Na mitologia Grega, temos duas representações do Tempo: Cronos e Kairós.

Cronos é o Deus do tempo, da pressão, dos resultados. O tempo de Cronos é limitador, cobrador, quantificado e escravizador. O tempo de Cronos nos chama para a responsabilidade e estrutura de vida. Cronos quantifica e organiza.

Kairós já é o tempo que não tem hora marcada, que não temos controle, que somos surpreendidos, que entramos em estado de flow. O tempo de Kairós nos convida a aproveitar a vida com mais leveza e desfrute do momento presente. Kairós qualifica, significa momento certo e oportuno.

Compreendo que tanto Cronos como Kairós são muito importantes em nossas vidas, mas como podemos integrá-los conscientemente sem ficarmos somente em um modelo?

Minha sugestão é que possamos caminhar para Temenos que significa Templo.

Ao despertarmos a Consciência deste Templo que habitamos – Corpo Físico e deste templo que compartilhamos a existência- Mãe Terra, podemos compreender qual o ritmo do tempo que podemos viver.

No templo, reverenciamos o Sagrado, o Valor, a Essência, reverenciamos a Vida-Existência, reverenciamos a Alegria de Viver e viver é respirar, é trazer a percepção do sagrado Sopro.

No templo habita o Amor e a Paz (paz-ciência).

Quanto mais consciência na relação com o Templo (Corpo – Terra),
melhor será a qualidade na relação com o Tempo (relógio)

Este momento do planeta é uma grande oportunidade de voltarmos para a consciência de uma aldeia global. De reverenciarmos este Templo que vivemos – a Mãe Terra, através da relação com o Templo que habitamos – (corpo/mente) e com que qualidade vivemos nossas 24h (tempo).

Momento de despertar a humildação. A palavra humildade vem de húmus – Terra.
Voltar para a “terra” e se reconectar com aquilo que nos é sagrado e essencial. De abdicar da arrogância e de um falso poder e controle que achamos que temos.
Uma grande possibilidade de despertar o aprendiz interior a respeito de tantos ensinamentos que a vida nos traz e que este ínfimo e frágil vírus está fazendo com nossa humanidade.

Será que realmente o inimigo principal é o Coronavírus??

Este vírus Corona nos mata justamente nesta região dos pulmões (alegria/tristeza segundo Medicina Chinesa). Este vírus gera a insuficiência de Ar, acumulando líquidos nos alvéolos. O templo adoece.

O elemento Ar e a sua falta está intimamente ligado aos relacionamentos pois nos relacionamos pelo Ar. É o elemento da comunicação e da troca, o elemento do foco e da atenção, do discernimento e da clareza mental. O Sagrado Sopro!

Como andam estes aspectos em nossas vidas?

Como estão os relacionamentos? como está o relacionamento íntimo com você?

Você já deve ter ouvido falar que “é no silêncio (templo) que a natureza produz suas maravilhas”: a flor que se abre, o sol que surge, a borboleta que deixa o casulo, a fruta que amadurece, o bebê que abre seus olhos, as milhões de estrelas que brilham…”

A natureza não tem pressa, ela tem seu tempo e ciclos.

Lembremos que o silêncio não é meramente a ausência de ruídos externos mas, sim, a des-identificação com a enxurrada de ruídos internos (pensamentos, sensações, emoções).

São nos momentos de ‘aquietar a mente e despertar o observador’ que encontramos as respostas que tanto nos afligem e conseguimos nos fortalecer para superá-la.

Aquietar a mente e despertar para o Templo é excelente remédio natural para o homem moderno que não se vende nas farmácias. Esse poderoso antídoto está dentro de nós e está disponível o tempo todo

Ritualizar os momentos sagrados de seu dia a dia, ajuda muito no desenvolvimento da quietude e estado de presença.

Sugestões de prática:

Meditação na Ação
Ao acordar, Desperte!
Ao respirar, Sopre!
Ao tomar banho, Lave!
Ao comer, Nutra!
Ao falar, Expresse!
Ao ouvir, Escute!
Ao pensar, Observe
Ao sentir, Ame!

E ao Viver, Agradeça…

PAZ-CIÊNCIA e GRATIDÃO!
e fica em Casa…….
Fonte:
https://mauriciobastos.art.br/o-tempo-e-o-templo/

Leave a Reply

Your email address will not be published.

17 − 17 =

pt Portuguese
X